Pesquisa avalia baixos níveis de antibióticos no sangue de pacientes sob tratamento da tuberculose em Manaus

Dependendo do alcance da concentração medicamentosa na corrente sanguínea de pessoas com tuberculose, ela pode evoluir para a cura ou para uma resistência, e consequentemente, falha terapêutica.

Pesquisa científica apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) buscou responder quais fatores estão relacionados aos diferentes níveis de medicamentos antituberculose encontrados no sangue de pacientes atendidos na Policlínica Cardoso Fontes, unidade de referência no diagnóstico e tratamento de pessoas acometidas por tuberculose, em Manaus.

De acordo com o coordenador do projeto, Igor Magalhães, no estudo foram abordados somente pacientes com tuberculose pulmonar considerados casos novos, ou seja, pacientes que nunca haviam tratado a doença.

Dr. Igor Magalhães - UFAM - Fotos Erico Xavier-43

Coordenador do projeto, Igor Magalhães.

 

O estudo foi desenvolvido na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF), no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), unidades pertencentes à Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio do Programa de Pesquisa para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde (PPSUS), Chamada Pública Nº 001/2013.

Sobre a tuberculose

O pesquisador explica que a tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada principalmente pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, sendo o pulmão o principal alvo da ação desse microrganismo.

O quadro clínico clássico da tuberculose pulmonar inclui tosse persistente, com ou sem secreção, cansaço excessivo, falta de ar, febre baixa, mais comum à tarde, sudorese noturna, falta de apetite e perda de peso. 

Tratamento

O pesquisador explica que no Brasil o tratamento padrão para a tuberculose é medicamentoso, padronizado pelo Ministério da Saúde, e utiliza a combinação de quatro antibióticos: a isoniazida, a rifampicina, a pirazinamida e o etambutol, em uma terapia de, no mínimo, seis meses.

Segundo Igor Magalhães, apesar da grande eficácia do esquema terapêutico, determinados pacientes não respondem adequadamente ao tratamento e ocorre o desenvolvimento de linhagens de microrganismos resistentes aos fármacos utilizados para combater a infecção pulmonar.

Laboratório

Apesar da grande eficácia do esquema terapêutico, determinados pacientes não respondem adequadamente ao tratamento.

 

Durante o estudo foi observado que, apesar de alguns pacientes, por exemplo, tomarem um comprimido do mesmo medicamento, do mesmo lote, as concentrações desses fármacos no sangue podiam variar de uma pessoa para outra, o que compromete a eficiência da terapia.

“Neste contexto, diversos pesquisadores têm buscado entender os determinantes das baixas concentrações dos fármacos antituberculose, mesmo em pacientes submetidos ao tratamento supervisionado”, explicou.

Identificar o efeito das concentrações medicamentosas na corrente sanguínea pode ajudar a individualizar a posologia para adequá-la às necessidades de cada paciente.

Controle Terapêutico

Com o intuito de contribuir para o correto entendimento das possíveis falhas terapêuticas, verificadas na região Amazônica, foram realizadas análises bioquímicas, moleculares e as concentrações dos remédios antituberculose encontradas nas amostras biológicas (sangue) de 222 pacientes, com idades entre 18 e 87 anos, diagnosticados com tuberculose pulmonar.

Para o estudo foi relacionada uma série de fatores: genéticos, sociodemográficos, clínico-laboratoriais, sexo, idade, escolaridade, ocupação, pacientes com doenças crônicas e comorbidades (diabetes e pacientes que relataram o uso de álcool e tabaco durante o tratamento).

“Estudos recentes sugerem que há diferenças entre as concentrações de medicamentos alcançadas no sangue devido a diversas razões, incluindo a constituição genética de cada paciente”, disse o coordenador.

Foto material biológico

Foram realizadas análises bioquímicas, moleculares e as concentrações dos remédios antituberculose.

 

De acordo com ele, cada indivíduo absorve, metaboliza e elimina medicamentos com taxas diferentes que variam em função de idade, estado geral de saúde, e interferência de outros medicamentos que estejam utilizando.

A diabetes ocasiona uma série de alterações no funcionamento do organismo, por exemplo, no trato gastrointestinal. Também pode influenciar na absorção dos medicamentos antituberculose. Se absorver menos, a concentração do fármaco que alcança no sangue provavelmente será menor.

Para o pesquisador, conhecer melhor o que pode estar influenciando nessas concentrações de medicamentos no sangue desses pacientes, e dependendo do resultado, será possível estabelecer estratégias junto com as unidades de saúde para fazer ou não ajustes de doses dos antibióticos. 

Resultados

O estudo apontou baixas concentrações dos fármacos antituberculose no sangue dos pacientes. De acordo com o pesquisador o resultado é mais expressivo para os medicamentos isoniazida e rifampicina, em que aproximadamente 60% dos pacientes apresentaram níveis de medicamentos considerados reduzidos.

Dentre as variáveis empregadas no estudo para explicar os resultados, houve significância estatística entre o uso de álcool (etilistas) e metabolizadores rápidos da enzima N-acetiltransferase 2 (NAT-2) e concentrações reduzidas de isoniazida.

Equipamento

O estudou mostrou a alta prevalência de indivíduos que fazem uso de álcool, mesmo sob tratamento da tuberculose.

 

O estudou mostrou a alta prevalência de indivíduos que fazem uso de álcool, mesmo sob tratamento da tuberculose. Dentre eles, boa parcela apresentou baixos níveis de isoniazida, um dos principais fármacos elencados para o tratamento da doença. O que alerta para a necessidade de orientação correta e acompanhamento terapêutico adequado para esses pacientes.

As baixas concentrações dos fármacos de primeira linha também foram relatadas em outros estudos realizados no mundo, por exemplo, na Holanda, Turquia, Indonésia e África do Sul e podem sugerir a necessidade de reavaliação da faixa terapêutica tida como referência na literatura. No entanto, estudos adicionais devem ser realizados para avaliar o impacto da farmacogenética nestes resultados, bem como investigar a influência das baixas concentrações no desfecho do tratamento.

Casos no Amazonas 

O Amazonas possui a maior taxa de incidência de tuberculose no Brasil com 72,4 casos por 100 mil habitantes. Segundo o parâmetro do Ministério da Saúde, os números registrados são considerados altos. A taxa de incidência mede o risco de adoecimento na população, o que significa que o Amazonas é considerado o estado com maior risco de adoecimento por tuberculose no país e com a terceira maior taxa de mortalidade.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), o Estado registrou em 2017, 3.060 novos casos de tuberculose. Em 2018, foram 3.163 casos registrados no Amazonas. Em 2019, até o momento foram registrados 563 casos novos.

 

Por: Helen de Melo

Fotos: Érico Xavier

O post Pesquisa avalia baixos níveis de antibióticos no sangue de pacientes sob tratamento da tuberculose em Manaus apareceu primeiro em FAPEAM.

Governo do Amazonas envia maquinários para melhorar sistema viário de Parintins

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), realizou nesse sábado (27/4) o embarque de maquinários, caminhões e equipamentos para Parintins (a 363 quilômetros de Manaus), que irá receber obras para melhorias do sistema viário. As obras fazem parte do pacote de investimento firmado pelo governador Wilson Lima, em março, [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Governo do Amazonas já recuperou 55% da estrutura do Ceti de Parintins

Desde que inaugurou, o Ceti não passava por uma revisão geral da estrutura  O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), já recuperou 55% da estrutura do Centro de Ensino de Tempo Integral (Ceti) Glaucio Gonçalves, em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). A unidade é a única nesse modelo [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Governo do Amazonas amplia serviço de diagnóstico e prevenção de HIV/Aids e lança campanha estadual

A Semana Estadual de Conscientização do Diagnóstico Precoce de HIV será marcada pela ampliação dos serviços de diagnóstico no estado.  Nesta segunda-feira (29/4), a rede estadual de saúde ganhará seu terceiro Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), serviço oferecido pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) que promove à população acesso ao diagnóstico e à prevenção [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Seap impede entrada de celular, drogas e estimulantes sexuais nos presídios

Drogas, celulares e estimulantes sexuais. Esses foram alguns dos produtos ilegais que a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) apreendeu com visitantes que tentaram entrar nas unidades prisionais de Manaus neste fim de semana.  No total, 451 gramas de entorpecentes, supostamente maconha, deixaram de entrar no sistema penitenciário. Seis mulheres e um homem foram [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Famílias de comunidade da BR-174 recebem serviços de emissão de documentos durante ‘PAC em…

Projeto do Governo do Amazonas atendeu mais de 60 pessoas da comunidade Nova Jerusalém, localizada no Km 179 da rodovia Após percorrer aproximadamente 2 mil quilômetros no estado do Amazonas desde seu lançamento, o projeto “PAC em Movimento”, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), [...]



(Feed generated with FetchRSS)

‘Ernani’ abre 22º Festival Amazonas de Ópera com casa lotada

Obra será reapresentada neste domingo (28/4), às 19h  A 22ª edição do Festival Amazonas de Ópera (FAO) estreou com casa lotada, na última sexta-feira (26/4), com a apresentação de “Ernani”, de Giuseppe Verdi, em forma de concerto. A noite foi marcada por muitas novidades: a nova vinheta de abertura do Teatro Amazonas, o novo aviso [...]



(Feed generated with FetchRSS)

‘Abril Cultural Indígena’ leva esporte para a Ponta Negra

O evento “Abril Cultural Indígena”, coordenado pela Fundação Estadual do Índio (FEI), levou esporte para a praia da Ponta Negra, zona oeste da cidade, na manhã desta sábado (27/4). Com 270 atletas inscritos, de nove municípios, as competições contaram com modalidades tradicionais, como arco e flecha, arremesso de lança e ouriço, tiro de zarabatana, [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Seduc-AM participa de lançamento nacional da Agenda de Aprendizagem na Bahia

Encontro organizado pelo Consed contou com a presença de secretários de Educação de todo Brasil para elaboração de documento-base  Nesta quinta (25/4) e sexta-feira (26/4), a Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM) esteve presente na construção e lançamento nacional da Agenda de Aprendizagem, em Salvador. O evento foi organizado pelo Conselho Nacional [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Secretário de Saúde, Rodrigo Tobias, destaca planejamento para combate a doenças frequentes no…

 O secretário estadual de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias, afirmou neste sábado (27/4) que a pasta está trabalhando com planejamento para o combate das doenças de maior incidência no Amazonas como tuberculose, hanseníase, HIV/Aids e câncer de colo uterino. “Nós temos nos preocupado com o conjunto de ações e serviços a serem desenvolvidas. Isso pressupõe uma [...]



(Feed generated with FetchRSS)