Torneio de robótica marca encerramento de projeto do RH-TI da Fapeam

Programa RH-TI estimula estudantes a seguirem carreira acadêmica na área da Tecnologia da Informação

 

Estudantes do ensino médio de escolas  públicas de Manaus e de oito municípios do Amazonas participaram de uma competição de robótica no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), no Distrito Industrial, na Zona Sul de Manaus. O evento ocorreu no último sábado (8) e marcou o encerramento do projeto intitulado “Robô-TI”, desenvolvido no Programa Estratégico em Tecnologia da Informação (RH-TI), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Com um investimento de R$600 mil, o programa é uma ação do Governo do Amazonas por meio da Fapeam para estimular estudantes, da capital e do interior do Amazonas, a partir do primeiro ano do Ensino Médio, a seguirem carreira acadêmica e profissional na área de Tecnologia da Informação (TI), através de atividades orientadas, executadas em escolas das redes públicas estaduais de ensino sediadas nos Estados da Amazônia Ocidental.

IMG_7569

Um total de 16 equipes formadas por alunos entre 15 e 17 anos participaram do torneio que reuniu estudantes de Manacapuru, Coari, Tefé, Maués, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Parintins e Manaus.

Um total de 16 equipes formadas por alunos entre 15 e 17 anos participaram do torneio que reuniu estudantes de Manacapuru, Coari, Tefé, Maués, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Parintins e Manaus. A equipe XD – Manaus da Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro foi a premiada com a primeira colocação na competição.

Segundo  a coordenadora do Projeto Robô-TI e doutora em Informática, Joyce Miranda, a proposta do projeto é estimular e promover o interesse de alunos do Ensino Médio do Estado no ingresso em carreiras na área de TI.

“Estamos propondo aplicar a prática da robótica educacional voltada para programação de uma forma lúdica, mais didática, para tentar estimular esses alunos a ingressarem em carreiras na área de TI, de forma a suprir o mercado local e nacional de uma forma geral,” contou.

Joyce explicou também que a execução do projeto  foi através de kits Lego Mindstorm escolhido por ser considerado um kit de referência em robótica educacional. A ferramenta se destaca tanto por sua característica lúdica como por apresentar significativa liberdade e flexibilidade para a montagem de estruturas mecânicas. A coordenadora explica que as etapas da competição consistem basicamente em os robôs executarem tarefas pré-definidas pelas equipes de estudantes.

“Os competidores têm a liberdade de montar o robô com sensores que vieram disponíveis nas estruturas dos kits Lego. Os estudantes programaram utilizando a lógica de programação para que os robôs concluam a tarefa que foi proposta pelas equipes, além do robô ter que cumprir outros desafios estabelecidos pelos alunos para solucionar determinado problema”, explicou

A coordenadora explica ainda que os kits Lego Mindstorm vão ficar para os municípios e isso vai permitir que o projeto se perpetue, porque os professores foram capacitados pelo projeto e podem formar outras turmas na área de robótica.

O Pró-reitor de Pesquisa Pós-graduação e Inovação do Ifam, José Pinheiro de Queiroz Neto, diz que o objetivo do projeto foi alcançado com a fomentação de recursos, propiciando aos alunos do Ensino Médio o interesse pela área de informática.

IMG_7610

A execução do projeto foi através de kits Lego Mindstorm escolhido por ser considerado um kit de referência em robótica educacional

Interiorização

Para o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, esse projeto reflete o que a instituição deseja em termos de formação de recursos humanos qualificados a partir da base do ensino.  O diretor explica que o projeto Robô-TI permitiu a interiorização dessas ações da Fapeam em termos de igualdade entre a capital e o interior do Estado.

“O primeiro ponto positivo é que abrange uma área como a robótica, com a tecnologia da informação esse projeto está alinhado com o que se faz no mundo inteiro, porque cada vez mais todas as nossas atividades estão sendo influenciadas ou impactadas pelas tecnologias da informação e comunicação”, disse.

IMG_7580

Para o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, esse projeto Robô-TI permitiu a interiorização dessas ações da Fapeam em termos de igualdade entre a capital e o interior do Amazonas

Para a estudante Ana Kelly de Oliveira Mendonça, 16 anos, do 2º ano do Ensino Médio, da Escola Estadual Dep. Armando de Souza Mendes, do município de Tefé (AM), a participação no projeto a ajudou a discernir sobre a escolha da profissão a seguir. A estudante vai prestar vestibular para o curso de Engenharia de Software.

Para o estudante Reginaldo da Silva Souza Júnior, 17 anos, do 3º ano do Ensino Médio, da Escola Estadual Emanuel Vicente Ferreira Lima, do município de Coari (AM), o projeto ajudou muito a desenvolver o raciocínio lógico, aliar teoria com a prática, de uma forma lúdica.

1º lugar - Robô Ti Manaus

1º lugar: equipe XD – Manaus – Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro

2º Lugar - Robô Ti Pres. Figueiredo

2º lugar: equipe Clock Town – Presidente Figueiredo – Escola Estadual Maria Calderaro

3º Lugar Robô Ti - Itacoatiara

3º lugar: Mister robô – Itacoatiara – Escola Estadual Professora Mirtes Rosa Mendes de Mendonca Lima

 

Departamento de Difusão do Conhecimento- Decon/ Fapeam

O post Torneio de robótica marca encerramento de projeto do RH-TI da Fapeam apareceu primeiro em FAPEAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *