Virada Sustentável Manaus 2017 no Bosque da Ciência do Inpa atrai mais de 5 mil visitantes

Para quem veio ao Bosque da Ciência no sábado e domingo apreciou boa música, teatro, troca de livros e também pode deixar sua marca registrada, literalmente, no muro do bosque

 

Por: Karem Canto (texto e foto) – Ascom Inpa

A Virada Sustentável no Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), no último fim de semana, foi sucesso de público. Ao todo, o Bosque contou com 28 atividades espalhadas pelos 13 hectares de extensão (o equivalente a 13 campos de futebol) do espaço de visitação do Instituto. Estima-se que mais de 5 mil pessoas de todas as idades marcaram presença nos dois dias, no Bosque.  

Para quem veio ao Bosque participar das atividades de Virada, além de ter tido a oportunidade de apreciar boa música, teatro e troca de livros, também pode deixar sua marca registrada, literalmente, no muro do bosque do Instituto.

A novidade dessa edição e que fez sucesso entre crianças e adultos, permitiu ao público participante registrar o seu nome ao lado do grafite colaborativo. A atividade contou com a participação de sete artistas da região e serviu para revitalizar e "dar vida" ao muro do Bosque. É possível ver o grafite num mural de 35 metros pela entrada do Bosque, na Rua Bem Te Vi, s/nº (antiga Otávio Cabral), bairro Petrópolis.

O tema escolhido foi os Animais e o conhecimento científico. Os artistas e os participantes da atividade pintaram o peixe-boi da Amazônia, macaco da noite, gavião-real, preguiça-real, abelhas nativas, sapo garimpeiro, peixe-folha, peixes ornamentais e arara vermelha. Os artistas Raiz, Carolina Bertsch, Hulk, Emerson, Sprok, Hugo HMC e Denis L.D.O grafitaram a asa da arara vermelha com a intenção de elaborar um painel de fotos para os visitantes do Bosque.

Para uma das participantes da Virada Sustentável, a estudante Ana Clara, 11 anos, que veio com a família nos dois dias das atividades no Bosque conheceu e aprendeu coisas novas. "Eu sempre venho ao Bosque em passeios da escola ou com os meus pais, e sempre aprendo, de um jeito fácil e divertido, sobre os animais da floresta”, disse. “Aprendo também o quanto a gente deve ter cuidado com os bichinhos e com o meio ambiente”, acrescentou.  

Literatura de Cordel contada em versos, palestras sobre quelônios, exposição de fotografia, dança de rua e exposições sobre o meio ambiente também fizeram parte da programação.

O Bosque da Ciência do Inpa fica na rua Bem Te Vi, s/nº (antiga Otávio Cabral), bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus (AM). O espaço está aberto para visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 16h30. Sábados, domingos e feriados fica aberto das 9h às 16h. Segunda-feira é fechado para manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *