No Dia Nacional de Prevenção de Acidente de Trabalho, Inpa adota procedimento interno

Já está disponível no portal do Inpa o menu “Institucional/Saúde e Segurança do Trabalho”

 

Da Redação – Ascom Inpa

Foto: PQV Inpa

 

Ao longo dos anos, um conjunto de medidas legislativas foram aplicadas para garantir proteção e direitos aos trabalhadores. Políticas públicas e ações de inspeção e fiscalização foram realizadas com o intuito de promover um ambiente de trabalho mais seguro. Pensando nisso, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) está adotando um procedimento interno em casos de acidentes de trabalho.

 

A novidade veio no Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (27). Já está disponível no portal do Inpa, na aba “Institucional/Saúde e Segurança do Trabalho” as orientações para o procedimento no caso de acidentes de trabalho.

 

Segundo a técnica do Instituto, a engenharia de Segurança do Trabalho Pollyanne Simas, o objetivo é registrar o acidente de trabalho, investigar as causas e promover meios preventivos para que se evite reincidência. Ela destaca que incentivar hábitos saudáveis e investir em conscientização são algumas das ações que podem contribuir para promover a saúde e a segurança dentro e fora do ambiente laboral.

 

No ano passado, o Inpa realizou a I Campanha de Prevenção de Acidentes e Radioproteção. Na ocasião, por meio do Plano Anual de Capacitação (PAC),foram capacitados mais de 60 servidores nos cursos de Segurança em Altura (NR 35), Boas Práticas de Laboratório (BPL), Emergência Radiológica e o curso de Formação de Brigada de Incêndio.

 

brigadadeincendioFotoAcervoPQVInpa

 

Para Simas, o curso de Formação de Brigada de Incêndiofoi um marco para a história do Inpa em vários aspectos. Cerca de 40 servidores foram treinados para constituírem a primeira Brigada de Incêndio do Instituto. “No aspecto da Segurança do Trabalho, investir em treinamento e capacitação é de total importância”, diz a técnica ao acrescentar que através dele o servidor desperta sua consciência preventiva, evitando, assim, a ocorrência de um acidente.

 

Antecedentes

 

O Brasil foi o primeiro país a ter um serviço obrigatório de Segurança e Medicina do Trabalho. Este passo foi dado no dia 27 de julho de 1972 com a publicação das duas Portarias que regulamentavam a formação técnica em Segurança e Medicina do Trabalho. Por isso, a data foi escolhida para ser o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho.

 

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), os acidentes de trabalho são responsáveis pelas mortes de dois milhões de pessoas por ano. Somados a esses números, são registrados, em média, quase 270 milhões de acidentes não fatais e 160 milhões de novos casos de doenças ocupacionais.

 

Na opinião de Simas, a data de hoje busca alertar as empresas, sejam públicas ou privadas, governo e sociedade para a importância de práticas que reduzam o número de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. “Busca promover um ambiente seguroe práticas saudáveis em todos os setores produtivos”, destaca Simas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *