Aplicativo permite receber troco via celular

A plataforma “Trocados” possibilita que os clientes recebam o dinheiro quando o comércio não tiver o valor disponível, principalmente as moedas

A maioria das pessoas já se deparou com a falta de troco em alguns estabelecimentos comerciais. Com o pensamento de facilitar a rotina dos comerciantes e clientes, os empreendedores do Amazonas criaram a plataforma: Trocados. A tecnologia permite que os consumidores possam receber “os trocados” quando o operador de caixa não tiver o valor disponível, principalmente  as moedas.

O produto é fruto de uma parceria firmada entre o Governo do Amazonas por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), para incentivar o empreendedorismo inovador no Estado.

De acordo com o coordenador do projeto, Silvestre Paiva, um cenário comum nas lojas é a falta de troco, principalmente, quando se trata de moedas. Sentindo na pele essa dificuldade, ele em parceria com amigos apostaram na ideia de desenvolver um produto que facilitasse a vida do consumidor e do comerciante ao mesmo tempo.

“Criamos uma plataforma que permite o comércio passar o troco para o consumidor apenas com o número do celular. Assim, o cliente receberá o valor, imediatamente, por meio, do aplicativo, podendo acumular, transferir para uma conta bancária ou até colocar recarga de crédito no telefone, se houver saldo suficiente. É importante ressaltar que no primeiro momento o consumidor para receber o valor pelo “Trocados”  não precisará  ter o aplicativo instalado no aparelho. A partir do momento que a empresa pede o número do celular do cliente, ele já recebe uma mensagem informando, por exemplo, que “o mercadinho da dona Maria acabou de transferir R$0,50, para visualizar, consultar e usar seu troco baixe o aplicativo”. Nesse momento a pessoa poderá fazer  o download do aplicativo e realizar o cadastro, assim o valor estará disponível na sua conta”, explica Paiva.

 

Assista a reportagem na TV FAPEAM

A equipe também trabalha com a ideia de lançar outros serviços dentro do aplicativo como fazer recarga de carteirinha do transporte coletivo, realizar  pagamentos nos estabelecimentos, transferir para outros usuários, entre outras  funções. No momento o aplicativo está disponível apenas para o sistema  Android, mas a equipe já está desenvolvendo para o  sistema iOS.

“O comerciante cria uma conta na nossa plataforma e faz uma reserva de saldo por meio de um depósito bancário. Depois de fazer esse procedimento é que ele pode passar o troco por meio do aplicativo”, disse Paiva.

TROPCADOS

Amaike Keric (à esquerda) e Silvestre Paiva (à direita) criaram a plataforma “Trocados” com apoio da Fapeam

O “Trocados”  pode ser encontrado em alguns estabelecimentos de Manaus. A equipe trabalha em parceria com cinco empresas. O sócio proprietário, Amaike Keric, disse que a plataforma surgiu após uma experiência de Silvestre Paiva como consumidor. Ele conta que o amigo passou pela experiência duas vezes, em um shopping da capital, na hora de comprar algo e não haver troco. Em outro momento tentou comprar outro produto e passou pela mesma situação, e acabou optando por não adquiri-lo.

“Ele trouxe esse problema aos amigos como forma de criar algo que pudesse amenizar esse problema. O Silvestre é formado em Design e eu em Estatística. Fomos a campo ver como tudo acontece na prática e se era algo rotineiro. Fizemos uma pesquisa de mercado com quase 60 operadores de caixa e simulamos como consumidor a falta do troco. Nós colocamos um fone de ouvido simulando toda ação e compramos pequenos objetos com valores altos e víamos a necessidade da falta do troco na hora. A experiência foi boa também, pois ouvimos as duas partes”, conta o empreendedor.

Keric disse ainda que por meio do Sinapse da Inovação  foi possível tirar a ideia do papel  e colocá-la  em prática. Ele conta que um fator que chamou sua atenção, durante as pesquisas realizadas com o projeto, é que apenas os consumidores acreditam que perdem quando não recebem o troco. Mas, segundo Keric o comércio também perde.

“Vou começar explicando o lado do consumidor. Nós fizemos uma brincadeira dentro do site onde simulamos R$0,25 de troco perdido durante 12 meses. O resultado mostra que o valor final corresponde a três idas à manicure, 14 recargas de celulares e três rodízios de pizzas. Brincamos com o número para mostrar que faz diferença, mesmo que seja um valor pequeno. Durante a pesquisa tivemos informações que alguns comércios determinam valores que podem perder por dia e por operador de caixa. Por exemplo, temos um grande varejista que permite o operador de caixa perder até R$ 10 por dia. Fazendo uma média de sete operadores, corresponde a mais R$10 mil por mês, e esse varejista tem 125 lojas, ou seja, se fazermos uma matemática a perda é muito grande”, acrescenta Keric.

FOTO-TROCADOS2

 

Repórter- Esterffany Martins (Agência Fapeam)

Fotos- Agência Fapeam

 

 

 

 

 

O post Aplicativo permite receber troco via celular apareceu primeiro em FAPEAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *