Cerca de 200 possíveis novos empreendedores participam de workshop de sensibilização

O workshop faz parte da programação do Edital 001/2017, que está com inscrições abertas até o dia 6 de abril para selecionar cinco novos empreendimentos para a Incubadora do Inpa

 

Por Karem Canto (Texto e Foto) - Ascom Inpa

 

Plano de desenvolvimento para a empresa, orientação e capacitação empresarial, estrutura física e demais vantagens de se fazer parte da equipe da Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC). Estes foram alguns dos suportes apresentados aos cerca de 200 possíveis novos empreendedores que participaram do Workshop de Sensibilização de Potenciais Empreendedores.   

 

O workshop faz parte da programação do Edital 001/2017, que está com inscrições abertas até o dia 6 de abril para selecionar cinco novos empreendimentos para a Incubadora do Inpa.  

 

Para a coordenadora da Extensão Tecnológica e Inovação, Noélia Falcão, a finalidade do workshop foi alcançada. “Esperávamos mais ou menos umas 80 pessoas, mas o número de participantes foi bem acima do esperado, e eu fico feliz com isso”, comemorou a coordenadora.

 

Ela acredita que nem todos os participantes irão se inscrever para concorrer ao edital, talvez por não terem o perfil, mas aqueles que estiverem aptos a se candidatar a uma das cinco vagas, terão o privilégio de ter uma banca composta por especialistas e com o critério da imparcialidade.

 

SieWokshopIncubadora

 

No wokshop, que aconteceu, na última terça-feira (28), no Auditório do Bosque da Ciência, os participantes tiveram a oportunidade de saber um pouco mais sobre o processo de seleção e esclarecer as possíveis dúvidas sobre os trâmites do processo de incubação no Inpa.

 

As futuras empresas selecionadas ficarão incubadas por um prazo de até três anos, podendo ser renovado por mais um ano. O resultado das inscrições válidas está previsto para o dia 7 de abril.

 

Durante o evento, representantes da empresa Manahh, que atua na produção da sopa creme de piranha (tecnologia desenvolvida no Inpa e licenciada para a empresa), compartilharam as experiências vivenciadas ao longo do primeiro ano de incubação no Inpa. A empresa foi incubada em 2016. 

 

As histórias de sucesso serviram para incentivar o estudante Willian da Silva, interessado em incubar sua empresa voltada para área de tecnologia agrícola. “foi muito bom ter participado do workshop e tirei algumas dúvidas com relação ao edital”, disse o estudante, acrescentando estar confiante de que conseguirá com o apoio do Inpa agregar ainda mais fortalecimento para sua empresa.

 

Empresa graduada

 

A empresa Amazônia Socioambiental, que passou pelos três anos de incubação no Inpa e conseguiu excelentes resultados, recebeu o certificado de Empresa Graduada.

 

Durante o período de incubação, a empresa, que é organizada como um escritório de gerenciamento de negócios e projetos socioambientais e atende demandas de pesquisa e desenvolvimento na região amazônica, compartilhou as estruturas físicas do prédio da Incubadora e recebeu mentoria da equipe da Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação (Ceti).

 

Foi a primeira organização a utilizar na modalidade residente o sistema compartilhado de incubação de empresas de base tecnológica do Inpa. Desde 2013, a empresa tem se destacado em iniciativas internacionais, como ocorreu no Salão de Negócios Criativos, e, no Amazonas, pelas iniciativas voltadas ao desenvolvimento sustentável da região.

Bosque da Ciência do Inpa terá portões abertos em abril, mês de aniversário do espaço

Inaugurado no dia 1º de abril de 1995, como parte das comemorações do 40º aniversário do Inpa, o Bosque da Ciência concretiza um desejo antigo de abrir as portas do Instituto ao público

 

Da Redação - Ascom Inpa

 

fachadaBosqueFotoAcervoInpa

 

Para quem ainda não conhece ou quer visitar novamente o Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTIC), a partir deste sábado (1º) tem um motivo a mais. Além dos atrativos da fauna e flora da biodiversidade amazônica, o bosque estará de portões abertos, como parte das comemorações dos 22 anos do espaço.

 

A ideia é atrair ainda mais a comunidade para conhecer o local de divulgação científica e de educação ambiental da Inpa. No pacote de aniversário, quem ganha o presente é você. Para isso, a Coordenação do Bosque da Ciência, vinculada à Coordenação de Extensão, programou uma série de atividades que serão desenvolvidas no decorrer de abril. São sessões do Planetário para quem gosta de Astronomia, exposição fotográfica sobre mudança climática e a estreia do projeto Circuito da Ciência.

 

“O Bosque é um espaço de lazer diferenciado para as famílias manauaras e um espaço educativo para diversas escolas e instituições de ensino que nos vistam”, diz a coordenadora do Bosque da Ciência, a bióloga Fernanda Reis. “Por isso, exerce um papel plural, tanto na parte de lazer, quanto na divulgação científica e como espaço educador”, acrescenta.

SiteFotoAnselmo DAffonsêca

Fincado no centro urbano de Manaus, o Bosque da Ciência conta com uma área de aproximadamente 13 hectares (equivalente a 13 campos de futebol) de matas preservadas, onde o visitante pode conviver e conhecer vários elementos da biodiversidade da Amazônia, como peixe-boi, ariranha, jacaré, quelônios diversos, cutia, poraquê, a gigante da Amazônia (sumaúma), a tanimbuca (árvore de 600 anos), casa de madeira sustentável, maloca com artesanato indígena, entre tantos outros atrativos.

 

Em 2014, o bosque foi considerado o terceiro melhor zoológico e aquário do Brasil e sétimo numa lista de 25 da América do Sul no Prêmio Traveler's Choice do site de viagens TripAdvisor. Conforme a Coordenação do bosque, nesses 22 anos de existência, o Bosque recebeu quase dois milhões de visitantes nacionais e internacionais. Por ano, a média de visitação do Bosque varia em torno de 140 mil pessoas.

 

Localizado na rua Otávio Cabral, s/nº, Petrópolis, o bosque funciona de terça à domingo, das 9h às 16h30. Aos sábados e domingos abre das 9h às 16h. Às segundas-feiras, o espaço é fechado para manutenção. Nos outros meses, o ingresso para visitante custa R$ 5. Crianças até dez anos e idosos acima de 60 anos são isentos. Visitas de grupos escolares, religiosos e organizações sociais também não pagam, mas precisam agendar. Veja aqui os procedimentos.

 

SiteTanimbucaBosque 

Ainda em abril, o Inpa fica até o próximo dia 16 no Amazonas Shopping com a exposição Floresta da Ciência, como parte do espaço temático o Show da Luna. Para o mall, o Inpa montou uma maquete simulando um ambiente de floresta focando suas atividades na biodiversidade e sustentabilidade da região. São fotos e exemplar de cogumelos comestíveis, aranhas caranguejeiras vivas em caixas de vidro, maquete com trecho de igarapé mostrando a importância da preservação e conservação da natureza, além de outros atrativos.

 

Atrações

 

As sessões do “Planetário – Uma vigem ao sistema solar” acontecerão nas cinco quartas-feiras de abril, a começar pelo dia 5 e são direcionadas para todos os públicos. Na estrutura móvel e inflável, grupos de 15 pessoas, em cada sessão de 20 minutos, poderão conhecer sobre a origem e formação das estrelas, dos planetas e das galáxias. A atividade é uma parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc).

 

A partir de domingo (9), o visitante poderá conhecer um pouco mais sobre a mudança climática, por meio da exposição fotográfica itinerante “Amazônia – Os Extremos”. Organizada pela Agência de jornalismo independente e investigativo Amazônia Real, a mostra reúne 40 fotografias em preto e branco, no tamanho A2, com imagens de desmatamentos, queimadas, secas e enchentes atípicas e dos impactos socioambientais nas populações tradicionais da Amazônia.

 

O trabalho é resultado do olhar e habilidade dos renomados fotógrafos Alberto César Araújo, Raphael Alves e Chico Batata (os três do Amazonas); Ana Mendes (Maranhão), Jorge Macêdo (Roraima), Kamila Kisedje (Xingu, Mato Grosso), Marcela Bonfim (Rondônia), Paulo Santos (Pará), Odair Leal (Acre). A exposição também contará com a participação do coletivo Mídia Ninja (São Paulo) e de vídeos do cinegrafista Orlando Jr (Amazonas) e da organização Info Amazônia (São Paulo). A exposição fica em cartaz até o dia  7 de maio, no Paiol da Cultura.     

 

Já a primeira edição do ano do projeto Circuito da Ciência, acontecerá na última sexta-feira do mês (28), das 8h às 12h. Estão programadas para participar do projeto, cerca de 300 estudantes da rede pública de ensino. Durante a programação, serão mostrados alguns resultados de pesquisas do Inpa, em diversas áreas de estudo do Instituto, e atividades de vários parceiros.

Febre Amarela: até 9 milhões de doses da vacina por mês

O Instituto Tecnológico em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), órgão vinculado ao Ministério da Saúde, é o maior produtor mundial da vacina contra a febre amarela. Bio-Manguinhos é também o principal fornecedor de vacinas do Ministério da Saúde e sua produção é feita a partir da previsão anual do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Em situações de rotina, a produção mensal da vacina de febre amarela em Bio-Manguinhos é de 4 milhões de doses. Em função do aumento da demanda e da priorização por este insumo, atualmente a produção está em 6 milhões de doses. O Instituto, no entanto, tem capacidade para produzir 9 milhões de doses por mês, o que representam 108 milhões anuais.

As vacinas produzidas em Bio-Manguinhos são transportadas em caminhões frigoríficos para o Centro Nacional de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Cenadi), permanecendo em câmaras frias até a aprovação dos lotes de vacinas e diluentes pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS/Fiocruz). Uma vez liberados os lotes, o Cenadi os envia em caixas térmicas para as coordenações estaduais de Saúde, que por sua vez encaminham para as centrais regionais, onde as vacinas ficam armazenadas. Então os representantes dos postos de vacinação retiram a quantidade necessária para um determinado período na região em que atuam.

Até quarta-feira (29/3) foram confirmados 574 casos de febre amarela no país. Ao todo, foram notificados 1.987 casos suspeitos, sendo que 487 permanecem em investigação e 926 foram descartados. Dos 282 óbitos notificados, 187 foram confirmados, 71 ainda são investigados e 24 foram descartados.

A vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) com recomendação para imunização. Vale destacar que na Bahia, Piauí, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina a vacinação não ocorre em todos os municípios. Além das áreas com recomendação, neste momento também estão sendo vacinadas de forma escalonada as populações de Rio de Janeiro e Espírito Santo. As pessoas que vivem nesses locais devem tomar duas doses da vacina ao longo da vida.

Desde o início deste ano o Ministério da Saúde tem enviado doses extras da vacina contra a febre amarela aos estados que estão registrando casos suspeitos da doença, além de outros localizados na divisa com áreas que tenham notificado casos. No total, 20,6 milhões de doses extras foram enviadas para cinco estados: Minas Gerais (7,5 milhões), São Paulo (4,7 milhões), Espírito Santo (3,6 milhões), Rio de Janeiro (3,3 milhões) e Bahia (1,4 milhão). Além disso, foram distribuídas, desde janeiro deste ano, 4,1 milhões doses da vacina de rotina para todas as unidades da Federação.

Fonte: AFN, por Ricardo Valverde

Fapeam fomenta pesquisa para melhorar a qualidade de vida dos autistas no Amazonas

O Governo do Amazonas via da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) fomenta pesquisas científicas que buscam contribuir com a melhoria da qualidade de vida da pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para celebrar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado no dia 2 de abril, a Fapeam selecionou um trabalho que aborda essa temática.

O analista de sistemas, David Lima, desenvolveu o “Music Spectrum”, um aplicativo que auxilia crianças e adolescentes autistas por meio de jogos de memória musical e identificação dos sons dos instrumentos. A ideia do projeto de pesquisa surgiu em 2011 quando David cursava o mestrado em informática, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

“Há toda uma pesquisa científica por trás desse aplicativo, que contempla saber as necessidades, tipo de design, testes de aplicabilidade e adequação do software ao perfil do usuário”, disse o analista de sistemas.

lima-peqO analista David Lima desenvolveu o “Music Spectrum”, um aplicativo que auxilia autistas

Agência Fapeam

Fotos – Érico Xavier (Agência Fapeam)

O post Fapeam fomenta pesquisa para melhorar a qualidade de vida dos autistas no Amazonas apareceu primeiro em FAPEAM.

Seduc convoca 61 professores aprovados em Processo Seletivo Simplificado

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) convoca 61 professores aprovados em Processo Seletivo Simplificado (PSS). Os docentes convocados atuarão nas áreas de Educação Especial, Educação Física, Física, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, e Séries Iniciais (1º ao 5º ano). A relação com os nomes dos profissionais convocados e a respectiva ordem de [...]



(RSS generated with FetchRss)

Governador do Amazonas, professor José Melo, fecha parcerias com prefeitos para fortalecer e levar infraestrutura ao interior

Investimentos em Saúde, Segurança, Infraestrutura, Produção e Educação no interior são as prioridades do governador do Amazonas, professor José Melo, que encerrou, nesta quinta-feira, 30 de março, sua bateria de reuniões com os 61 prefeitos dos municípios do Estado.  Com agenda até o início da noite, no último dia de encontros, Melo recebeu os prefeitos [...]



(RSS generated with FetchRss)

Delegação amazonense segue para disputar Circuito Loterias Caixa de Atletismo e Natação, em Recife (PE)

O mais importante evento paralímpico regional de atletismo e natação, o Circuito Loterias Caixa, acontece entre os dias 31 de março a 02 de abril, em Recife (PE), e terá quatro atletas amazonenses na disputa. De Manaus, a delegação que ainda conta com quatro profissionais na comissão técnica, segue para o evento na madrugada desta [...]



(RSS generated with FetchRss)

Policiais da SSP-AM prendem foragido do Compaj acusado de roubo e tráfico

Policiais da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) prenderam, na manhã desta quinta-feira (30), Bruno Célio Pinheiro Macedo, 35, foragido do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). Durante a prisão, o suspeito se identificou com o nome do irmão já falecido aos policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop). [...]



(RSS generated with FetchRss)

Amazonas e Paraguai discutem ações para o fortalecimento de parques industriais

Troca de informações acerca de política industrial pontuaram o encontro do secretário de Estado de Planejamento e Desenvolvimento, José Jorge do Nascimento Júnior, com o secretário executivo do Conselho Nacional de Indústrias Maquilladoras para Exportação do Paraguai, Ernesto Paredes, em agenda paralela durante a primeira reunião anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento, que acontece em [...]



(RSS generated with FetchRss)