SNCT: Oficina incentiva popularização da ciência através de conteúdo audiovisual

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promoveu entre os dias 12 e 14/11, uma oficina gratuita de vídeos digitais para divulgar ciência. Intitulada Digiciência, a atividade reuniu pesquisadores, pós-graduandos e bolsistas de Iniciação Científica.

Em sua 2ª edição, a ação teve o objetivo de promover oficinas de comunicação com a finalidade de orientar os alunos de pós-graduação a desenvolverem a divulgação científica, de forma criativa e lúdica, utilizando a tecnologia e uso do smartphone no processo de comunicação da ciência.

A atividade faz parte da programação da Semana Estadual de Ciência & Tecnologia e conta com fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) por meio do Edital POP CT&I e com recursos do edital de Divulgação Científica da Fiocruz. As aulas foram ministradas pelo jornalista Rômulo Araújo.

“Foi bem interessante ver como eles se encantaram com a possibilidade de cumprir etapas de produção de um vídeo, para divulgar suas próprias pesquisas. Sairão daqui bons materiais, e creio que essa seja mais uma mídia que eles terão para divulgar seus estudos, e consequentemente fazer com que as pessoas envolvidas com o tema que eles atuam, possam ter conhecimento disso”, destacou Araújo.

Através das aulas, os participantes puderam conhecer e manipular softwares específicos para edição que permitem criar vídeos e disponibilizá-los nas plataformas digitais. Os vídeos produzidos serão disponibilizados também em canais de difusão: plataformas digitais (Youtube, Facebook da Fiocruz Amazônia).

Para a coordenadora técnica da oficina, Cristiane Barbosa, a ideia é “preparar quem produz ciência para levar ao grande público as informações e resultados de pesquisas desenvolvidas nas instituições de pesquisa científica e tecnológica. Além de pós-graduandos e alunos de Iniciação Científica da Fiocruz, estão participando também pessoas que lidam com a ciência de outras instituições”, explicou.

SOBRE A OFICINA

A atividade apresentará possibilidades da utilização de vídeos como recurso tecnológico para popularizar a ciência junto ao público, produzidos pelo próprio aluno de pós-graduação. A ideia central é fornecer aos participantes, algumas ferramentas e estratégias que podem ser utilizadas na produção de conteúdos sobre as pesquisas, experimentos e estudos realizados por eles.

Na oportunidade, o palestrante apresentou também algumas técnicas de produção de vídeos digitais, iniciando pela elaboração do roteiro e elementos de pré-produção, passando pela gravação e pela edição até chegar ao produto final.

Posteriormente, os participantes do evento apresentarão os materiais produzidos (vídeos) a alunos de escolas da rede pública estadual em Manaus, Tabatinga e Presidente Figueiredo. Os vídeos produzidos serão disponibilizados também em canais de difusão: plataformas digitais (Youtube, Facebook da Fiocruz Amazônia); eventos científicos; DVD com os vídeos para distribuição nos materiais institucionais.

“É um trabalho crucial, pois a construção de um vídeo digital, tem o potencial de instigar reflexões sobre o papel do pesquisador enquanto divulgador científico e ao mesmo tempo propiciar ao grande público, o acesso às pesquisas. Neste sentido, o uso da tecnologia do smartphone como ferramenta digital é essencialmente importante no processo criativo da geração de conteúdo de divulgação científica dos projetos desenvolvidos, visto que todo o material produzido será estrategicamente difundido por todos os meios de comunicação”, ressaltou Cristiane Barbosa.

SOBRE O PALESTRANTE

Rômulo Araújo é jornalista, mestrando em Sociedade e Cultura na Amazônia, com especialização em Design, Comunicação e Multimídia e em Divulgação e Jornalismo Científico na Amazônia. É editor de conteúdo na Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) da Prefeitura de Manaus e professor do curso de Jornalismo no Centro Universitário do Norte – UniNorte/Laureate.

Com dez anos de experiência na área de comunicação, foi videorrepórter, produtor e roteirista de um telejornal local, repórter e âncora de um programa universitário de rádio, bolsista de comunicação científica e freelancer de um portal nacional de notícias e de uma agência internacional de produção de conteúdos, além de autor de iniciativas de produção independe, como conteúdos audiovisuais em série.

Ascom – ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Fotos: Eduardo Gomes

Trabalhos do Inpa conquistam Prêmio Samuel Benchimol e Banco da Amazônia 2019

Ferramenta para coleta de cachos de palmeiras da Amazônia (palmhaste) e microssamambaia que pode ser usada na alimentação principalmente dos peixes e frangos regionais são prjetos agraciados em categorias distintas do Prêmio

 

Da Redação – Inpa

Fotos: Afonso Rabelo (Acervo) e Cimone Barros - Inpa

 

Dois projetos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) foram agraciados com o Prêmio Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente 2019. A cerimônia de outorga acontecerá nesta sexta-feira (22), em Boa Vista (RR).

A ferramenta para colheitas de cachos de espécies de palmeiras da Amazônia (Palmhaste) desenvolvida pelo técnico Afonso Rabelo e equipe conquistou o primeiro lugar como Projeto de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica. A categoria distingue trabalhos economicamente viáveis, ecologicamente adequados, politicamente equilibrados e socialmente justos.

 

Coletacachospupunha 1 INPA

 

“Esse reconhecimento é uma motivação a mais para continuar o trabalho com frutos amazônicos na expectativa de que esse valioso prêmio possa ajudar na valorização e popularização da palmhaste”, disse Rabelo, destacando que a ferramenta vem para contribuir com o extrativismo sustentável, gerando renda e melhoria na qualidade de vida das comunidades rurais, sobretudo as mais carentes.

O projeto Uso da Azolla caroliniana como fonte de alimento para peixes, animais domésticos e para o homem amazônico, do pesquisador Luiz Antonio Oliveira, ficou com a terceira colocação na categoria Iniciativa de Desenvolvimento Local. Segundo Oliveira, a plantinha é uma microssamambaia que ocorre em diversas partes do mundo, flutua na água e por ter uma associação simbiótica com uma alga fixadora de nitrogênio, é usada pelos chineses há mais de 8.500 anos na adubação do arroz irrigado. 

“Estou muito satisfeito pela premiação, pois esse é o prêmio mais conhecido da região. É a segunda vez que ganho, mas outros pesquisadores do Inpa também já ganharam. Os pesquisadores do Inpa são os maiores ganhadores desse prêmio”, disse Oliveira, que em 2013 conquistou mesma posição na categoria Econômica/Tecnológica com o projeto Uso do Mesocarpo do Babaçu (Orbignya Phalerata Mart.) para a Produção de Etanol e Alfa-Amilases na Amazônia Brasileira.

 

Samambaia CimoneBarrosInpa10

 

Palmhaste

 

A Palmhaste foi certificada recentemente como uma tecnologia social pelo Prêmio da Fundação Banco do Brasil, e atende dois objetivos globais para o desenvolvimento sustentável: o (2) fome zero e agricultura sustentável e o (8) trabalho decente e crescimento econômico. Informações sobre a ferramenta certificada podem ser acessadas aqui.  

É uma ferramenta que permite as pessoas envolvidas na colheita de frutos de palmeiras – especialmente as que possuem potencial ou alto valor econômico na região como açaí, babaçu, bacaba, buriti, macaúba, murumuru, patauá, pupunha e tucumã – façam a atividade com segurança, sem precisar subir nas árvores, sem desgastes físicos e sem correr o risco de acidentes graves em quedas ou ser picados por animais peçonhentos.

“Além disso, o uso da ferramenta poderá auxiliar pesquisadores e estudantes nas pesquisas com palmeiras de alto valor econômico e aumentar os trabalhos sobre a fenologia dos frutos, amadurecimento de pós-colheita, processamento, beneficiamento e agregação de valor industrial”, conta Rabelo.

O instrumento é uma vara de 18 metros de altura, feita com tubos de alumínio naval, foices na ponta da parte superior, e os acessórios para possibilitar a subida, equilíbrio, estabilidade e sustentação à “haste”.

 

Glaucio Afonso e Felipe Palmhaste INPA Foto Acervo Afonso Rabelo INPA Copia 2

 

A ferramenta foi desenvolvida pelo engenheiro florestal Afonso Rabelo e pelos ilustradores botânicos Felipe França e Gláucio Belém, vinculados à Coordenação de Biodiversidade (Cobio/Inpa), em conjunto com comunidades e produtores. A partir do uso e retorno de comunitários, a equipe trabalha na melhoria da ferramenta desde 2013. Nos processos de certificação e do Prêmio, Rabelo e equipe receberam o apoio da Coordenação de Tecnologia Social (Cotes) do Inpa.

Considerada uma solução inovadora para a Amazônia, a palmhaste também está registrada na Rede SDSN, uma Plataforma de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia.

A ferramenta está disponível para transferência de tecnologia. Empresários interessados em produzir em escala e comercializar a palmhaste podem procurar a Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação (Coeti/Inpa), pelos telefones (92) 3643-3152/3324 ou pelo e-mail coeti@inpa.gov.br.

 

Azolla caroliniana

 

A microssambaia é consumida in natura pelos peixes e animais domésticos, bastando jogar para eles. É muito usada nos países asiáticos para adubação de culturas como o arroz, alimentação de peixes, frangos, bovinos e suínos, além da alimentação humana.

Na Amazônia, ocorre nas áreas alagadas, mas é desconhecida pelo homem regional. A planta tem de 20% a 30% de proteínas e contém os aminoácidos essenciais, exceto a cisteína, um aminoácido não essencial com características antioxidantes e detoxificantes.

 

Luiz Antonio Oliveira Foto Acervo ASCOM INPA7

 

Segundo Oliveira, suas pesquisas no com a Azolla caroliniana estão no início. Coletas foram feitas no Catalão, rio Solimões, próximo ao encontro das águas, e estão em análise. Mas adianta que a plantinha pode ajudar na alimentação principalmente de peixes e frangos regionais.

“A forma mais simples de alimentar esses animais com a Azolla caroliniana é simplesmente dar a eles na forma in natura, mas também podem, futuramente, fazer parte da constituição de alguma ração, pois contém proteínas, aminoácidos essenciais, necessários para a nutrição animal”, contou. “Ela pode ajudar ainda no crescimento mais rápido dos animais a um custo de aproximadamente 19 vezes menor o preço da ração, além de ser cultivada em bandejas dentro de casas e apartamentos e usada como verdura pelo homem”, completou.

 

Saiba Mais

 

Em anos anteriores, pesquisadores do Inpa foram agraciados, como a 2ª colocação/2018 com o projeto “Frutos amazônicos como estratégia de inovação, sustentabilidade e melhoria na qualidade de vida” (Francisca Souza e Jaime Aguiar), Confecção de próteses ortopédicas com fibras vegetais de espécies nativas da Amazônia do Laboratório de Engenharia de Madeira (1º lugar/2016 - Jadir Rocha e equipe) e com o projeto Cogumelos comestíveis da Amazônia como alternativa alimentar e melhoria da qualidade de vida (1º lugar/2013 - Ceci Sales-Campos e Meire Cristina Nogueira de Andrade (Inpa e Ufam).

“Destaques da Bola” traz os resultados e informa os duelos do futebol amazonense

Campeonato Amazonense Sub-15 – Pela 4ª rodada do Amazonense Sub-15, a bola rola solta no estádio Carlos Zamith. Os trabalhos terão início na tarde de hoje, segunda-feira (18/11). Às 14h o Manaus irá enfrentar o Fast, seguidos de Holanda e Flamengo Manaus, às 16h. Na terça-feira (19/11), a Colina recebe o jogo entre Iranduba e Sul [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícias Civil e Militar prendem mulher denunciada por subtrair uma bebê recém-nascida, em Humaitá

  Na manhã deste sábado (16/11), por volta das 9h30, a equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Humaitá, sob comando do delegado Teotônio Pereira, titular da unidade policial, em conjunto com policiais militares lotados naquele município, distante 590 quilômetros em linha reta da capital, prenderam em flagrante, Cristiani Nunes da Silva, [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícia Civil alerta para os cuidados durante as compras na Black Friday

Às vésperas da Black Friday, período de descontos atrativos no comércio, a Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), da Polícia Civil do Amazonas, alerta o consumidor para os cuidados durante as compras e dá dicas para evitar as fraudes. Titular da Especializada, o delegado Eduardo Paixão diz que os cuidados precisam ser redobrados. [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Wilson Lima anuncia que Estado vai pagar, diretamente, enfermeiros e técnicos de enfermagem…

Decisão foi formalizada em acordo fechado entre PGE, Sindpriv e Ministérios Públicos do Estado e do Trabalho O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou que o Estado vai pagar, sem a intermediação das empresas, os salários de outubro e novembro de 2019 dos técnicos de enfermagem e enfermeiros terceirizados. A decisão é fruto de acordo [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Consciência Negra: Manaus tem delegacia específica para registro de casos de racismo

O registro de casos de racismo e discriminação racial aumentaram cerca de 11% de janeiro até outubro, em Manaus, conforme indicadores da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Na capital, a Polícia Civil do Amazonas possui unidade especializada para o registro e a investigação dos casos, a Delegacia Especializada em Ordem e Política Social (Deops). [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Deflagrada em Eirunepé, operação “Interior Integrado 2” resulta nas prisões de seis pessoas

Em continuidade a operação “Interior Integrado 2”, deflagrada nos dias 12, 13, e 14 de novembro deste ano, em todos os município do Estado, policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé, sob a coordenação do delegado Mariolino Brito e do investigador de polícia Gonzaga Júnior, respectivamente, diretor do Departamento de Polícia [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Semifinal do Campeonato Amazonense Série B de basquete acontece na próxima segunda-feira (18/11)

A semifinal do Campeonato Amazonense Adulto Masculino Série B-2019, realizada pela Federação Amazonense de Basketball do Amazonas (Febam), acontece na próxima segunda-feira (18/11), no ginásio Coronel Ninimberg Guerra, no bairro São Jorge, zona oeste. As partidas têm início a partir das 20h, com o confronto entre Duke 76Ears enfrenta o NBM/All Friends e, em seguida, o Manaus [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Polícia Civil apreende aeronave com cerca de 700 quilos de substância entorpecente, no Aeroclube de…

Na tarde de sexta-feira (15/11), policiais civis do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), com o apoio da Receita Federal, interceptaram um avião com 700 quilos de drogas, entre maconha do tipo skunk e cocaína. A ação policial ocorreu no Aeroclube de Manaus, situado na avenida Professor Nilton Lins, Conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, zona centro-sul [...]



(Feed generated with FetchRSS)

Todas as notícias em um só lugar